20 de dez de 2013

Boas festas ancestrais..

Amigos,

Renascemos e cremos na paz de todos os dias.. que esse espírito natalino nos invada e (re)lembre a nossa origem em todos os níveis: origem divina, origem regional, cultural, ancestral. Gostaria, para tanto, de dividir com vocês essa pérola:

http://www.youtube.com/watch?v=sGDO99gmb1Q

Feliz Natal para todos!

Miliane TahiraTassio RevelatInana  e Luã.

14 de dez de 2013

Dançando as sete Deusas

Perséfone





Deméter



Hera


                                                                 
                                                                             Atena



                                                                       
                                                                             Héstia


Ártemis







Afrodite




21 de nov de 2013

Duas Flores

Duas Flores

(Castro Alves)


"São duas flores unidas
São duas rosas nascidas
Talvez do mesmo arrebol
Vivendo, no mesmo galho
Da mesma gota de orvalho
Do mesmo raio de sol
Unidas, bem como as penas
Das duas asas pequenas,
De um passarinho do céu...
Como um casal de rolinhas
Como a tribo de andorinhas
Da tarde, num frouxo véu
Unidas, bem como os prantos
Que em parelha descem tantos
Das ´profundezas do olhar
Como o suspiro e o desgosto
Como as covinhas do rosto
Como as estrelas do mar
Unidas...ai quem pudera
Numa eterna primavera
Viver, qual vive esta flor
Juntar as rosas da vida
Na rama verde e florida
Na verde rama do amor".


18 de nov de 2013

A linguagem e seus infinitos ruídos - lapidação para o crescimento e evolução

A linguagem e seus infinitos ruídos - lapidação para o crescimento e evolução
Mais do que o desentendimento ,que muitas vezes causa angústia, os famosos ruídos de linguagem são presentes aos quais devemos agradecer... 
Sim, aprendi a vê-los assim!!!! 
Toda vez em que se diz uma coisa que é entendida de outra maneira, é sinal que existem, no mínimo,quatro diálogos acontecendo ao mesmo tempo. 
O eu de cada um que comporta os elementos de identidade e estruturação frente essa vida, O inconsciente de cada um que é composto de aspectos que a consciência não permite, ainda, lembrar ou registrar... 
Além desses dois aspectos presentes em cada um, portanto quatro, no mínimo, ainda existem a alma, clamando pela sua translucidez, e as muitas vozes socio-individuais que constituem-nos.. 

Em verdade, no diálogo aparentemente entre duas pessoas, existe uma multidão!!! Por isso devemos agradecer os ruídos - essas muitas vozes que falam ao mesmo tempo- pois eles são capazes de apontar os nós entre esses mundos estruturados pelos eus( que abarcam essas inúmeras vozes) e nos permitem apontar, identificar e analisar para além dessas teias e emaranhados que embaraçam a nossa linguagem/vida/relações... 
E qual o caminho? 
Escutar todas as vozes... com calma, atenção e compreensão.. 
Desenlaçar os nós com cuidado e carinho para não romper outros fios ainda invisíveis.. 
E então, deixar falar a alma e o coração para deixar fluir e mais puro e belo em nós: a nossa alma... Retirando os véus ilusórios das nossas consciências e fazer a nossa alma brilhar... 
conjuntamente e mais lapidadamente... brilhar.... (Miliane Tahira)

11 de nov de 2013

Autoria??? Poema de Miliane Tahira

Muitas vezes o artista se confunde com sua obra, personagens ou afins.. As pessoas são meros instrumentos que compõem obras.... Essas, por sua vez, permanecerão pelo tempo e espaço em que o seu poder de propagação irradie sentido a quem as vê... Obra e artista só devem se confundir no exato instante da criação. Após esse momento, a obra pertence ao mundo!!! ... e o artista?? esse retorna à sua vida, esperando mais um sopro divino... O sopro vem em forma de inspiração que toca os ouvidos, mãos, corpo e coração... Daí ele cria... e sua arte passa a ser parte do infinito... Miliane Tahira.

Horizonte

Se as ondas do mar são os nossos pensamentos E as profundezas do Oceano a nossa essência Então o horizonte infinito é formado pela poética do nosso beijo. Tássio Revelat

1 de nov de 2013

Apresentação da Professora Miliane Tahira no II Sarau Litero Musical da Biblioteca Municipal de Lauro de Freitas

http://www.laurodefreitas.ba.gov.br/2013/index.php?menu=noticia&COD_NOTICIA=878&TITULO_NOTICIA=sarau-litero-musical-prefeitura-promove-segunda-edicao-da-iniciativa Vejam as fotos: http://www.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2Fwww.laurodefreitas.ba.gov.br%2Fgaleria%2F72157637190831223%2Cii-sarau-litero-musical-biblioteca-municipal-nazare-araujo.html%23.UnOzm3CkrOM&h=DAQEaAjmB&enc=AZNi-yKLs4Pj2KFJgZZUYNTpCVCvari26hVSy_bg5BoZ39p-eX9IcHq6_zN42RfFiML9AsVFD7RRJAgHq0YQ521qCr6rA1Yx6oDxNnqxYFmxY8PeBJmqascirzUJReSpzZ865Cx3dzAInTWcAkC5PBq5&s=1

15 de out de 2013

Feliz dia do Professor

Nossa missão de educar (para fora e para dentro) abrange um princípio muito maior do que conteúdos descontextualizados e distanciados da vida/mundo. Feliz compromisso!!!!!

                                                                                               
 
O ser humano vivência a si mesmo, seus pensamentos como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. E essa ilusão é uma espécie de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto por pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá alcançar completamente esse objetivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior.


2 de out de 2013

Retorno às aulas de dança do ventre




Queridas alunas, colegas e aspirantes,

Quem conhece a minha estrada ao longo desses dezessete anos de dança do ventre, sabe da minha militância pela expressão e difusão dessa arte, com o respeito que ela merece. Longe de mim um olhar puritano, mas perto de mim um olhar amplificado, em que percebo nessa sagrada arte, um processo de reconhecimento que resgata toda a h...istória negada e retirada do feminino enquanto força, princípio e potencial de integração energética para a nossa vivência planetária, individual e coletiva .

Urge retomarmos a nossa história ancestral, onde reconheceremos também pela via de
sentido sensorial a nossa força,intuição, amorosidade ,poder de transformação.

Urge devolvermos a nós e ao planeta a energia colaborativa e valorosa da receptividade, união e entendimento de si, do outro, do mundo.

Urge (re)conhecer nossos antepassados presentificados em nossa memória filogenética pela linguagem dançada.

Hoje busco, como pesquisadora, amante, professora , terapeuta e praticante, estreitar os laços entre as culturas e saberes que são construídos e (re)construídos todos os dias.

Por isso convido a todos e todas para uma aula experimental. Até lá

Abraços.

Miliane Tahira

Curso de Extensão Conhecimento e Movimento: O corpo dançante como resgate alquímico de saberes ancestrais

CURSO DE EXTENSÃO

Conhecimento e Movimento: O corpo dançante como resgate alquímico de saberes ancestrais....

O pensamento racionalista fragmenta a aprendizagem do educando e sujeito que interage de forma limitada, e muitas vezes, automatizada. A ampliação da consciência do sujeito sobre si, e consequentemente, sobre o mundo, por meio de recursos projetivos como a arte e o lúdico, promovem uma ampliação de níveis de consciência pouco explorados, em aulas tradicionais e teorizantes que visam a exploração do conteúdo, em detrimento do corpo e do conhecimento empírico. Urge acordar as histórias individuais e coletivas do indivíduo possibilitando um resgate de saberes ancestrais e inconscientes sobre si, seu grupo e seu mundo, para atuar de forma mais consciente e consistente em seu meio sócio histórico cultural.

OBJETIVO GERAL

Introduzir a linguagem da Dançaterapia como recurso mediador na construção do conhecimento interdisciplinar sobre si e sobre o mundo.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Possibilitar o contato com um recurso arte educativo, a partir de novos paradigmas educacionais.
Promover o contato com os arquétipos da Mitologia Grega.
Acessar os conhecimentos indígenas da cultura dos Kari-xoco e Fulnior, articulando-os com a nossa história ancestral trazida pela dança oriental sumeriana e egípcia.

Destinatários: Psicólogos, Assistentes Sociais, Educadores, Fisioterapeutas, Terapeutas Ocupacionais e alunos das respectivos áreas que estejam cursando na UNIME e em outras instituições.

30 de set de 2013

Explosão de silêncios




Explosão de silêncios que dobra a minha alma em instantes de êxtase... é o sorriso/lágrima que orienta a minha busca incessante pela palavra/mundo. Tássio Revelat


Eclipse da alma - Poesia de Tássio Revelat



Eclipse da Alma por Tássio Revelat


O sol da consciência ilumina a lua da mente no eclipse imprevisível da percepção... daí percebemos que alma é o lugar onde nascem e morrem estrelas....

10 de set de 2013

O que está fora, está dentro


O que está fora, está dentro. 
Esse princípio gestáltico demonstra algo inexorável, em que o eu, ou o você não encontram-se separados do nós.
O individuo é o sistema. 
O micro é o macro.
Essa ideia de separação é ilusória. Somos microuniversos, microsistemas e dentro de nós nosso micro é uma imensidão.... 
Portanto não aponte o dedo para fora sem, antes, apontar para dentro... quando estiver indignado com a corrupção pergunte-se: em que estou me corrompendo?? Quando estiver chateado com a vaidade ou prepotência pergunte-se: em que medida incomodar-me com a vaidade e prepotência do outro aponta para meu próprio orgulho ferido?
Normalmente esses sentimentos de angústia, inquietação, chateação são nossas sombras projetadas. Esses sentimentos precisam ser retornados para nosso eu - instância ilusória, para só assim, ser iluminado e projetado como luz.
Daí o mundo muda, porque nós mudamos...
O que está fora... está dentro...
e caminhemos..
Miliane Tahira

14 de ago de 2013

Refletindo sobre a Lei da Atração - por Miliane Tahira





Muitas filosofias religiosas comungam com a ideia da lei da atração em que o pensamento materializa um desejo. 
É importante compreender adequadamente esse fenômeno, pois observo muitas vezes, pessoas ficarem frustradas por querer muito algo, desejar ardentemente e se frustrar pela não concretização. Isso acontece, por confundirmos a nós mesmos com pensamentos que criamos e(re)criamos para nós, como um sintoma, ou um amigo de quem precisamos para conversar, como um aliado que tomamos de nós mesmos para acompanhar-nos na nossa solidão...
É uma identificação e não uma verdade, mas o universo que só obedece aos princípios genuínos, mesmo que no momento pareça estranho, enfadonho, ou cause qualquer tipo de sofrimento. As experiências que buscamos e vivemos servem de crescimento e quando se efetivam é para esse fim.
Montando uma atmosfera/mundo particular em que acreditamos pertencer,é, invariavelmente, uma mentira bem contada que criamos para nós mesmos, como proteção de nossas sombras, medos, infelicidade, enfim...
Precisamos identificar, sentir, transcender... perceber o que de fato é real... o que de fato é projeção, ilusão.. o cosmos costuma dar sinais evidentes do que comunga, ou não, mas a teimosia  é proporcional ao medo de encontrar com as suas mais fortes verdades, que não está no outro, mas em você..
Vejo esse processo todos os dias, na clínica, na vida...
Essa criação ilusória é um micro universo e que não faz eco com o MACRO, em realidade, o universo ecoa em sentido contrário, no sentido da verdade que é muito maior do que nossos pensamentos ilusórios, pois que revelam pensamentos/sentimentos ancestrais, verdades múltidimensionais... por isso é necessário não nos identificarmos com o que não é real, mas atingirmos a nossa essência, em busca da nossa real missão, desejo, verdade... Aí, sim.. ecoará e atrairá... O micro não deve desvirtuar-se do macro...

A lei da atração é real, mas o pensamento superficial tem que concatenar com o essencial que, no fundo, todos sabemos, mas precisamos despertar.. daí, quando algo não corrobora com esses níveis internos, é enviado com duplo sentido e não se materializa. 

Portanto, ao desejar algo e pensar insistentemente na matrerialização desse desejo pergunte-se meditativamente se isso é real e escute a natureza e os fenômenos a sua volta. Se tudo der errado... se as peças não se encaixarem, taí um bom sinal, como diria Clarice Lispector: " Tudo fala ao redor de nós, mesmo com vozes que não são humanas, mas precisamos aprender a escutar, pois revelam nosso próprio mistério". E sigamos...

Miliane Tahira

6 de ago de 2013

Depoimento de aluna: Mariana Passos


Mili (...) pessoas especiais como você precisam da melhor mensagem e dos melhores votos possíveis. Foi um presente em minha vida ter lhe conhecido, ter sido sua aluna e ter me tornado sua amiga. Você foi uma mestra e um exemplo a quem sempre guardarei no coração com muito amor e carinho. Obrigada por ter me feito abraçar o meu lado feminino da forma mais honesta possível e por ter sido sempre um ser humano tão maravilhoso.
Portanto, (...) hoje ou amanhã, eu sempre lhe desejarei toda felicidade, todo amor, toda luz do mundo. Você merece tudo de melhor!(...)

Mariana Passos

Os Perigos de uma única história

Vídeo maravilhoso que retrata o perigo de vermos o mundo sob uma unica perspectiva: a nossa, ou a que nos foi apresentada. Abrir a mente e escutar o outro, suas experiências, vivências, nos faz ampliar a mente. Atitude empatica de se colocar em outro lugar, sob um outro prisma, outro ângulo, outra ótica..


Pedagogia Quântica



Por: Jorge Schemes

O princípio quântico de entrelaçamento de partículas revela que há uma sincronicidade no universo, ou seja, não há coincidências, pois tudo está interligado. Sendo assim, não estamos separados do todo, mas somos parte do universo. Diante disto, o dualismo psicofísico de R. Descartes cai por terra, ou seja, sua tese de que somos apenas substância extensa (corpo) e substância pensante (mente) já não é mais suficiente para entender a nossa realidade. Porém, o que norteia a concepção de realidade do mundo capitalista e neoliberal é justamente a concepção cartesiana, de que o ser humano é como uma máquina programada e fragmentada, separado do todo. A idéia cartesiana do sujeito como ser pensante promove o individualismo egoísta. A propósito, esta concepção cientificista de ser humano influenciou fortemente os modelos pedagógicos por meio da psicologia experimental de B. Skinner com sua tese do behaviorismo. Todavia, pela física quântica percebemos a realidade de modo totalmente inverso, ou seja, não somos seres fragmentados, mas estamos todos interligados pelo mesmo princípio que rege o entrelaçamento de partículas. O que quer que o ser humano faça, não está fazendo apenas a si mesmo. Não tecemos a rede da vida, somos apenas um nó desta rede. Se de fato, estamos todos interligados no universo, precisamos rever as nossas concepções de educação, de ser humano e de sociedade. Na perspectiva do princípio quântico do entrelaçamento de partículas, como educadores não podemos pensar no conhecimento de forma fragmentada ou separado do todo. A especialização é necessária, mas nada mais é do que saber cada vez mais acerca de cada vez menos. Há urgência em desenvolver uma concepção integral da realidade e do ser humano. O conhecimento não pode ser visto como algo linear, mas sistêmico. Em sala de aula devemos pensar, falar, sentir e agir de forma interdisciplinar e transdisciplinar. Devemos perceber o entrelaçamento de nossa prática com as demais práticas. Chegou o momento de parar de fazer educação de forma fragmentada, separada e alienada da realidade de nossos colegas de trabalho e de nossos alunos. Mas como é possível mudar nossa prática? Devemos primeiro mudar os nossos pensamentos, palavras e sentimentos. Platão já nos disse que este não é um processo fácil. Sair da caverna é sentir o desconforto de questionar as nossas certezas. Embora a física quântica nos ajude a entender a realidade sob outro prisma, o que irá determinar de fato a mudança será o pensamento positivo, o qual se manifestará em nossas palavras e sentimentos e criará, por meio da lei da atração, a realidade que desejamos.

1 de ago de 2013

Extensão...(ex) tensão do universo... nosso amor‏ - por Miliane Tahira


Luz que me incandesce,

Sinto a extensão do nosso amor:
Em cada ato de vida..
Em cada canção que acalenta..
Em cada gesto/poesia,

Nosso amor é (ex)tensão.
Sua gênese é ternura,
Dois corpos/alma Una
Criador sopro/amor

Em liberdade e oração.
Voamos em nossos sonhos /realidade,
Sublimes caminhos,
Beleza e luz...

Ah, minha mais nobre e suave orgia,
Que nas noites e em todos os dias.

Eleva minha alma, suave/vulcão...

Miliane Tahira

Amo e compreendo quem ama o meu amor



Talvez soe estranho aos ouvidos humanos, mas em um sentimento sublime só os Deuses explicam determinadas formas do sentir,
A verdade é que amo o meu amor de forma tão magnânima que amo também quem o ama
De maneira que posso compreender cada ser que por ele passa e se admira com a sua luz.
Compreendo que, ao irradiar tanta poesia, cordialidade, sensibilidade, beleza, brandura e verdade, torna-se alvo de suspiros, pois o mundo anda sedento dessas características.
Todas as pessoas, no fundo, querem se nutrir das mais nobres vicissitudes, daí mais natural e esperado é que ao se deparar com todas essas características presentes em uma só pessoa, pensem amar o homem, quando em verdade, amam os atributos que ainda lhe faltam e que buscam ardorosamente.
Por isso não me espanto, até admiro essa busca e adoração que fazem dessas pessoas seres que identificam o que precisam para melhorar a sua vida: seu encontro consigo, ainda que projetado em outro.
Amo tanto todos os seres estabelecem essa adoração que, algumas vezes, sou impulsionada a me aproximar e estabeleço uma relação de empatia; Talvez poucos compreendam esse impulso de ajudar, essa sensação de compreensão e acolhimento.
Todas as flores que me aproximei, compreendi e hoje considero seus processos como bonitos e valiosos. Sinto um verdadeiro carinho e amizade por cada uma dessas flores/mulheres. Cada uma com sua beleza, sua falta, sua busca, sua espiritualidade sendo construída.
Compreendo o despertar dessas que buscam tornarem-se Deusas e as convido para um banquete, pois ao compreendê-las por minha alma ser uma com a dele, sinto o compromisso de estender a mão por um caminho que já trilhei e convidar-lhes para abrir sua espiritualidade nessa vida.
Pode parecer estranho aos homens/mulheres mortais, mas minha alma age assim.
Mesmo quando alguém não compreende esse meu ímpeto, ainda assim perdoo e desejo uma perfeita travessia, um encontro consigo mesma, para transformar-se em mulher e, só assim, encontrar um grande amor...

Uma relação de almas gêmeas é algo que precisa de merecimento e espíritos em evolução. Chegará o tempo de toda mulher, não mais como projeção: achar que um homem tem o que lhe  falta para estar completa, mas consiste primeiro em incorporar a mulher que precisa ser e no seu íntimo já é enquanto possibilidade. Faço um convite para ensinar/ajudar (n)esse caminho, se aproximando primeiro de sua própria mulher, fazendo as pazes com ela e integrando-a, para depois, só assim, encontrar o homem que caminhará ao seu lado,destinado a ti!!! Sinto amor em forma de cuidado com essas bravas guerreiras que estão na busca e um dia hão de se encontrar!!! 

24 de jul de 2013

GRANDE VIDA - poema de Tássio Revelat





Vento suave e doce que transborda a minha alma em flor, sinto-me uma gratidão infinita pelo nosso ( re) encontro e nesse dia tão especial onde não apenas eu mais toda natureza celebra a sua existência, reconheço o quão o nosso amor é sagrado e eterno. Suas ações inspiram a minha/nossa vida e transformam o nosso caminho de pérolas num mar de sonhos e ideais. 


Nosso amor é um dádiva imensurável, uma oração constante...um poema que me eleva e me faz estar mais conectado com o desconhecido, o mistério divino. A sua inteligência, sensibilidade, intuição, toque e sorriso ampliam o meu olhar e enche o meu coração de júbilo, esperança e contentamento. 

Na dança do tempo, onde a GRANDE VIDA tem referencia por si mesma, a comunhão do nosso amor - eterno despertar- cria e recria mundos e constelações....... 


Tássio Revelat. 




16 de jul de 2013

mensagem para um homem de verdade

Anjo de mim,

Hoje é apenas, mais um dia inspirador para homenagear o grande homem que você é... em cada detalhe de nossos dias existe a mágica do seu toque, olhar e poesia... exemplo de homem, marido, pai, filho, amigo e eterno namorado.. todo o cosmo, junto comigo, venera a sua existência, pois sua/nossa luz, irradia vida no coração de todos os seres que tem a honra de cruzar seu caminho.... nosso re encontro e re encanto, irradia em cada canto de nós dois o infinito de seus olhos, sua alma revela a mais doce canção, capaz de embalar os mais doces sonhos.... amor atemporal, navegador de meus eus, te amo e agradeço a todo instante o mérito que nos foi concedido.. nosso consagrado , com sagrado AMOR.. Feliz dia dos homens para o homem que faz feliz todos os meus dias: Tassio Revelat.

Miliane Tahira


Lauro de Freitas: Emancipação, Cultura e Tradição - Pós evento


No último domingo, 14 de julho de 2012, a Praça Martiniano Maia, mais conhecida como a “ Praça do Índio”, foi palco de uma rica programação cultural. Estudantes, professores, lideranças comunitárias, artistas e gestores culturais participaram de um profícuo debate sobre a história, educação e a cultura de Lauro de Freitas. O Educador Jaguaracy falou sobre a “ Escola Pública de Lauro de Freitas” , Ricardo Vieira, Tássio Revelat e Coriolano Oliveira salientaram a importância de valorizar o nosso patrimônio Cultural ( material e imaterial) e a psicóloga Miliane Tahira levantou preciosas reflexões sobre a arte milenar da Dança do Ventre. Além desse momento de reflexão, a programação foi marcada pela belíssima intervenção musical das cantoras Jô Santana e Valdisia Nascimento. Atuação dos grupos de Hip Hop, Missão RA, Distorção Verbal e Lauro de Flavercrew foi também marcante e empolgou o público presente. Nesse evento, O Índio da Praça, um ícone da cultura popular que há décadas participa e apoia atividades culturais no espaço, foi homenageado pelos artistas em virtude do seu aniversário e recebeu do CEPI ( Coletivo dos Poetas e Escritores Ipitanguenses) 80 revistas do ArtPoesia. Segundo Tássio Revelat, um dos fundadores do Coletivo e idealizador do evento, a ideia é consolidar a “Praça do Índio” num lugar onde se produz conhecimento e cultura. Os presentes tiveram a oportunidade de saborear a tradicional feijoada de Ivan. A presença ilustre da nossa rainha do Samba, Badinha, e a roda de Capoeira do Mestre Saci foram também destaques. O romantismo do “Grupo Samba 10” e a mensagem de paz dos cantores do Projeto: “2°.com sem álcool” finalizaram com chave de ouro o encontro. 






12 de jul de 2013

'Lauro de Freitas: Emancipação, Cultura e Tradição" no dia 14 de julho ( Domingo)

Você que é um Amante do Conhecimento, um poeta nômade, aquele cuja palavra é um enigma que cria mundos e sonhos, saiba que o seu palco já está preparado para você expor as suas ideias e a sua arte.
É no embalo das manifestações pacíficas que fortalecem os valores democráticos e repúblicanos, que será realizado o evento: 'Lauro de Freitas: Emancipação, Cultura e Tradição" no dia 14 de julho ( Domingo), a partir das 16h, na Praça Martiniano Maia. ( Centro de Lauro de Freitas). O objetivo primordial dessa ação é possibilitar um conjunto de reflexões sobre temas de grande relevância social para a nossa amada Santo Amaro de Ipitanga, tais como: História da Cidade, Meio Ambiente e Educação.
Além de palestras e exposições artesanais, teremos também apresentações de dança, música, capoeira, poesia e o resgate da tradição do Beiju de Tapioca. 




A praça é o lugar histórico da poesia/filosofia/arte. Nessa perspectiva, artistas, poetas, pensadores e você poderão debater temas fundamentais para o Município de Lauro de Freitas. Na praça, o indizível pode ser dito e a consumação/concretização de várias vozes poderão, enfim encontrar o real, para além dos sonhos e utopias, mas transfoirmados em ações coletivas que edificam, engrandecem, transformam e buscam a verdade existente no cosmos, pois o que é manifestação da alma se concretiza/materializa.

Dia 14 de julho de 2013, acontece em Lauro de Freitas. Participe!!! RealizaçãoTassio Revelat e Ricardo Vieira.


Contamos com vcs. Axé e Avante! 

Escutando seu eu




As respostas para as mais complexas perguntas residem dentro de nós... o conhecimento é sempre um recordar que envolve consciências de diversas espécies, do cosmo ao infinito de nós mesmos

 (Miliane Tahira)

Ensino/aprendizagem/troca/crescimento




Uma das coisas mais bonitas na relação professor/aluno é a troca, as aprendizagens mútuas construídas. Aprendo muito nessas relaçÕes e hoje sei que meu íntimo é composto de todas e todos que por mim passaram. Lembro-me em uma aula de algo que Cris Gill disse e me marcou, era algo simples, mas de uma simplicidade encantadora. Ela estava tão feliz e eu trazendo alguns problemas dos ensaios da turma. Daí ela não se conteve e comentou: "Mili, hj nem vc tira a minha felicidade", foi uma bela lição, pois hoje percebo que quando percebemos a felicidade/plenitude como genuína do nosso ser, nascente em nossa raíz, nada nos desestrutura... Que benção ser professora e ter tantas marcas lindas de vocês em meu íntimo... Grtaidão sempre por cada uma/um e pela divina e nobre missão que me acompanha...



Miliane Tahira