24 de jul de 2013

GRANDE VIDA - poema de Tássio Revelat





Vento suave e doce que transborda a minha alma em flor, sinto-me uma gratidão infinita pelo nosso ( re) encontro e nesse dia tão especial onde não apenas eu mais toda natureza celebra a sua existência, reconheço o quão o nosso amor é sagrado e eterno. Suas ações inspiram a minha/nossa vida e transformam o nosso caminho de pérolas num mar de sonhos e ideais. 


Nosso amor é um dádiva imensurável, uma oração constante...um poema que me eleva e me faz estar mais conectado com o desconhecido, o mistério divino. A sua inteligência, sensibilidade, intuição, toque e sorriso ampliam o meu olhar e enche o meu coração de júbilo, esperança e contentamento. 

Na dança do tempo, onde a GRANDE VIDA tem referencia por si mesma, a comunhão do nosso amor - eterno despertar- cria e recria mundos e constelações....... 


Tássio Revelat. 




16 de jul de 2013

mensagem para um homem de verdade

Anjo de mim,

Hoje é apenas, mais um dia inspirador para homenagear o grande homem que você é... em cada detalhe de nossos dias existe a mágica do seu toque, olhar e poesia... exemplo de homem, marido, pai, filho, amigo e eterno namorado.. todo o cosmo, junto comigo, venera a sua existência, pois sua/nossa luz, irradia vida no coração de todos os seres que tem a honra de cruzar seu caminho.... nosso re encontro e re encanto, irradia em cada canto de nós dois o infinito de seus olhos, sua alma revela a mais doce canção, capaz de embalar os mais doces sonhos.... amor atemporal, navegador de meus eus, te amo e agradeço a todo instante o mérito que nos foi concedido.. nosso consagrado , com sagrado AMOR.. Feliz dia dos homens para o homem que faz feliz todos os meus dias: Tassio Revelat.

Miliane Tahira


Lauro de Freitas: Emancipação, Cultura e Tradição - Pós evento


No último domingo, 14 de julho de 2012, a Praça Martiniano Maia, mais conhecida como a “ Praça do Índio”, foi palco de uma rica programação cultural. Estudantes, professores, lideranças comunitárias, artistas e gestores culturais participaram de um profícuo debate sobre a história, educação e a cultura de Lauro de Freitas. O Educador Jaguaracy falou sobre a “ Escola Pública de Lauro de Freitas” , Ricardo Vieira, Tássio Revelat e Coriolano Oliveira salientaram a importância de valorizar o nosso patrimônio Cultural ( material e imaterial) e a psicóloga Miliane Tahira levantou preciosas reflexões sobre a arte milenar da Dança do Ventre. Além desse momento de reflexão, a programação foi marcada pela belíssima intervenção musical das cantoras Jô Santana e Valdisia Nascimento. Atuação dos grupos de Hip Hop, Missão RA, Distorção Verbal e Lauro de Flavercrew foi também marcante e empolgou o público presente. Nesse evento, O Índio da Praça, um ícone da cultura popular que há décadas participa e apoia atividades culturais no espaço, foi homenageado pelos artistas em virtude do seu aniversário e recebeu do CEPI ( Coletivo dos Poetas e Escritores Ipitanguenses) 80 revistas do ArtPoesia. Segundo Tássio Revelat, um dos fundadores do Coletivo e idealizador do evento, a ideia é consolidar a “Praça do Índio” num lugar onde se produz conhecimento e cultura. Os presentes tiveram a oportunidade de saborear a tradicional feijoada de Ivan. A presença ilustre da nossa rainha do Samba, Badinha, e a roda de Capoeira do Mestre Saci foram também destaques. O romantismo do “Grupo Samba 10” e a mensagem de paz dos cantores do Projeto: “2°.com sem álcool” finalizaram com chave de ouro o encontro. 






12 de jul de 2013

'Lauro de Freitas: Emancipação, Cultura e Tradição" no dia 14 de julho ( Domingo)

Você que é um Amante do Conhecimento, um poeta nômade, aquele cuja palavra é um enigma que cria mundos e sonhos, saiba que o seu palco já está preparado para você expor as suas ideias e a sua arte.
É no embalo das manifestações pacíficas que fortalecem os valores democráticos e repúblicanos, que será realizado o evento: 'Lauro de Freitas: Emancipação, Cultura e Tradição" no dia 14 de julho ( Domingo), a partir das 16h, na Praça Martiniano Maia. ( Centro de Lauro de Freitas). O objetivo primordial dessa ação é possibilitar um conjunto de reflexões sobre temas de grande relevância social para a nossa amada Santo Amaro de Ipitanga, tais como: História da Cidade, Meio Ambiente e Educação.
Além de palestras e exposições artesanais, teremos também apresentações de dança, música, capoeira, poesia e o resgate da tradição do Beiju de Tapioca. 




A praça é o lugar histórico da poesia/filosofia/arte. Nessa perspectiva, artistas, poetas, pensadores e você poderão debater temas fundamentais para o Município de Lauro de Freitas. Na praça, o indizível pode ser dito e a consumação/concretização de várias vozes poderão, enfim encontrar o real, para além dos sonhos e utopias, mas transfoirmados em ações coletivas que edificam, engrandecem, transformam e buscam a verdade existente no cosmos, pois o que é manifestação da alma se concretiza/materializa.

Dia 14 de julho de 2013, acontece em Lauro de Freitas. Participe!!! RealizaçãoTassio Revelat e Ricardo Vieira.


Contamos com vcs. Axé e Avante! 

Escutando seu eu




As respostas para as mais complexas perguntas residem dentro de nós... o conhecimento é sempre um recordar que envolve consciências de diversas espécies, do cosmo ao infinito de nós mesmos

 (Miliane Tahira)

Ensino/aprendizagem/troca/crescimento




Uma das coisas mais bonitas na relação professor/aluno é a troca, as aprendizagens mútuas construídas. Aprendo muito nessas relaçÕes e hoje sei que meu íntimo é composto de todas e todos que por mim passaram. Lembro-me em uma aula de algo que Cris Gill disse e me marcou, era algo simples, mas de uma simplicidade encantadora. Ela estava tão feliz e eu trazendo alguns problemas dos ensaios da turma. Daí ela não se conteve e comentou: "Mili, hj nem vc tira a minha felicidade", foi uma bela lição, pois hoje percebo que quando percebemos a felicidade/plenitude como genuína do nosso ser, nascente em nossa raíz, nada nos desestrutura... Que benção ser professora e ter tantas marcas lindas de vocês em meu íntimo... Grtaidão sempre por cada uma/um e pela divina e nobre missão que me acompanha...



Miliane Tahira

Meditação dançada

Medito, Me(edito)...


Dançar é minha prece e oraçào mais autêntica..

5 de jul de 2013

Projeção - miragem e ilusão

O que é uma projeção????? Para os pacientes de plantão e seres que buscam o entendimento mais profundo de si... por Miliane Tahira.......




Perdidos em uma miragem, muitas vezes o ser humano não contempla o que está dentro de si e/ou a beleza que está ao seu lado, seja em seu ambiente de trabalho, seja em casa, ou em qualquer lugar que se tornou habitual... a paisagem real contem uma estética que deve ser vista em profundidade e intensidade, sob pena de tornar-se um não sei mais o quê... pequenas transformações acontecem todos os dias, de forma que há sempre algo de misterioso no cotidiano, um mistério tão profundo e valioso que aponta para nossa mais valiosa busca. Esse caminhar é o autêntico encontro consigo mesmo, pois o olhar adentra os mais preciosos oceanos do nosso ser, enquanto uma miragem, seja ela de qualuqer natureza, é sempre o irreal, que ao tornar-se atingível, morre e o sujeito permanece no mesmo lugar, sem transcendência, sem crescimento, pronto para projetar em outro lugar, pessoa, ideal ou coisa, toda sua beleza que permanece estagnada. Somos um potencial incrivel de universo dentro de nós... transformações e evoluções diárias... o novo está em nós, está também no antigo terno, na história mais longíqua, no porteiro que vemos todos os dias na porta do trabalho e que, perdidos em pensamentos mecânicos, esquecemos de cumprimetar e vislumbrar um novo ser que nasce a cada dia!!!!

4 de jul de 2013

Projeto Social : Oficinas de Dança

Imperdível: Projeto Social com oficinas de alta qualidade, promovida pelo Studio Dança e Arte, será realizada em Lauro de Freitas nos meses de julho e agosto, a preços populares. As modalidades oferecidas serão dança do ventre, dança de salão e ballet. Participem!!!!!


3 de jul de 2013

Trecho da Publicação de capítulo de livro científico - Miliane - Aprendizagem e Afetividade em EAD - Reflexões na Teia/Saber chamada PROINFANTIL




Aprendizagem e Afetividade em EAD - Reflexões na Teia/Saber chamada PROINFANTIL 

(...) Cabe ao professor uma consciência da linguagem que permeia o processo em EAD. Por isso cabe uma investigação de como esse vínculo acontecerá dentro desse modelo educacional e como interferirá na aprendizagem.Onde está a emoção no processo virtual? Como ela aparece e como é decodificada no processo de interlocução?
       Assim como o brinquedo é um potencializador da aprendizagem na educação infantil, a tecnologia impressa é o elemento mediador no processo de educação a distância.
(...) A leitura entra como elemento favorecedor de conteúdos que levará o aprendiz a uma infinidade de hipóteses e interlocuções, sendo essas possibilitadas por meio de suas vivências e arcabouços pessoais. Tais hipóteses e construções de conhecimento serão socializadas com os entes educacionais presentes nesse processo, favorecendo infinitas trocas de vivências e interpretações.(...)
       Mesmo no processo de educação a distância não deve haver um distanciamento afetivo ainda que, no ensino virtual.(...) o professor é agente participativo no processo, ele ensina e aprende constantemente, não há fragmentação; esse endereçamento de saber que o aprendiz tem em relação à figura do professor é similar ao processo que o analisando tem em relação ao analista: a transferência.
      Para a psicanálise a transferência é um deslocamento do afeto para a pessoa do analista. Levin (1995,p.126) cita que a transferência é instalada quando há um Outro nesse lugar simbólico onde o sujeito confia sua capacidade de produzir, dizer, aprender e criar.
(...) Dentro do Proinfantil fica evidenciada que a mediação, entendida dentro da abordagem construtivista como um processo no qual a construção de conhecimento é mediada pelo professor, apenas fazendo a interlocução entre o aluno e suas hipóteses de saber, torna-se extremamente necessária para atenuar a cadeia de mal entendidos que podem fragilizar o processo de aprendizagem de todos os envolvidos. Longe da ilusão da superação de interpretações equivocadas, inerentes ao processo humano, ao menos a escuta sensível e a gestão participativa favorecem a implicação e a apreensão dos sentidos, pois que o processo passa a ser coletivo, abarcando uma lógica grupal, onde todos estão implicados em sua identidade/papel de educador que é, independente da função, aquele capaz de escutar, mediar e, principalmente, estabelecer sentidos. Quando a condução é feita dessa forma, a afetividade e transferência passam a fazer parte do processo, pois cada qual se vê como colaborador e construtor de um saber coletivo e vivencial capaz de resignificar conceitos e transformar paradigmas. (...)

Miliane de Lemos Vieira - mestranda em educação e Coordenadora Estadual do Proinfantil na Bahia - de 2008 a 2011.

Fragmento extraído do livro - Estudos e passagens do Proinfantil na Bahia / Mary de Andrade Arapiraca, L'icia Maria Freire Beltrão, Cleverson Suzart Silva, organizadores - Salvador:EDUFBA,2012. 302p.

ISBN: 978-85-232-1034-2