29 de mai de 2016

O paraíso dentro da gente - por Rita Maidana

 
 
 
Eu venho de lá onde o bem é maior. De onde a maldade seca, não brota. De onde é sol mesmo em dia de chuva e chuva chega como benção. Lá sempre tem uma asa, um abrigo para proteger do vento e das tempestades. Eu venho de um lugar que tem cheiro de mato, água de rio logo ali e passarinho em todas as estações. Eu venho de um lugar em que se divide o pão, se divide a dor e se multiplica o amor. Eu ven...ho de um lugar onde quem parte fica para sempre, porque só deixou boas lembranças. Eu venho de um lugar onde criança é anjo, jovem é esperança, e os mais velhos são confiança e sabedoria. Eu venho de um lugar onde irmão é laço de amor e amigo é sempre abraço. Onde lar acolhe para sempre como o coração de mãe. Eu venho de um lugar que é luz mesmo em noite escura. Que é paz, fé e carinho. Eu venho de lá, e não estou sozinha, “sou catadora de lindezas”, sobrevivo de encantamento, me alimento do que é bom, do bem. Procuro bonitezas e bem querer, sobrevivo do que tem clareza e só busco o que aprendi a gostar, não esqueço de onde venho e vou sempre querendo voltar. Meu lugar se sustenta do bem que encontro pelo caminho, junto à maços de alfazema e alecrim. Assim, sou como passarinho carregando a bagagem de bondade, catando gravetos de cheiro, para esquentar e sustentar o ninho...
Talvez a vida tenha feito você acreditar que este lugar não existe. Te digo, tem sim, é fácil encontrar. Silencie, respire, desarme-se, perceba, é pertinho. Este lugar pulsa amor, é dentro da gente, é essência, está em cada um de nós. Basta a gente buscar.

Rita Maidana

22 de mai de 2016

Reconhecendo a verdade



Nada é mais forte quando nos conectamos com a verdade!!!
A beleza reside na diversidade, no encontro, na construção e na partilha!!
Reconhecer a beleza de cada ser com quem convivemos é entender que a LUZ de cada um foi feita para brilhar e que o universo tem espaço para todas as estrelas que brilham em harmonia!!!
Encontros de alma existem para serem vividos, jamais negados!!!

Resgate da integridade feminina!!!



Vamos dançar e nos permitir ao caminho de resgate de nós mesmas!!



"Houve um tempo, em que todas as mulheres eram sagradas.
Em que eram vistas como Deusas, como senhoras de seu próprio destino.
Houve um tempo, em que o corpo era sagrado, em que o sexo era uma prece. Em que homens e mulheres respeitavam-se e reverenciavam-se.
Houve um tempo em que a mulher era feiticeira, faceira, tecelã, curandeira, parteira.
A mulher banhava-se na natureza, perfumava-se com jasmim. Andava de pés descalços, corria pela mata. Usava compridas saias, rodadas, coloridas, leves. Dançava para ela, dançava para a vida, dançava para seduzir, dançava para fertilizar.
Sua voz era como o canto da mais bela ave. Sua beleza era fascinante, encantadora. Era aos poetas a inspiração e aos músicos, canção. A mulher era rendeira, cozinheira, mãe, sagrada, admirada. De joias e pedrarias era adornada e, da natureza, sua maquiagem retirava.
Onde está esta mulher?
Em que fase da história ou período ela perdeu-se?
Onde devemos procurá-la?
Na verdade, esta mulher-sagrada ainda existe. Está imersa em outras formas, em outras faces, em outros costumes. Mas se priva, se poda, se adapta, se escraviza... E não lembra do que já foi em sua totalidade.
Hoje esta mulher é empresária, médica, advogada, policial, recepcionista, dona-de-casa, política, enfermeira, escritora, estilista. Ela ainda está aqui, mas não lembra quem realmente é. Perdeu a memória. Esqueceu-se de sua sacralidade, de sua divindade, de sua superioridade.
Mulher!
Coloca tua saia rodada, penteia-se com o orvalho, tira o sapato dos pés.
Permita-se bailar com o vento, satisfazer seus desejos, impor sua vontade.
Permita-se amar, realizar, cantar.
Permita-se sentir bela, amada, desejada, sentir prazer.
Permita-se fazer aquilo pelo qual tua alma anseia.
Permita-se honrar a Deus, à natureza.
Permita-se viver a tua vida, e ser a senhora absoluta do teu destino.
Mulher, dentro de ti há tantas outras, que tu ignora totalmente.
Será você fértil doce e maternal como Deméter?
Ou vingativa como as três Fúrias?
Quem sabe arrebatadora e feroz, como as Harpias.
Talvez seja feiticeira, sábia e misteriosa como Hécate.
Ou soberana e dotada de magia como Ísis, mãe dos egípcios.
Um tanto implacável, forte e destemida como Kali.
Encantadora e misteriosa como as Nereidas.
Quem sabe é curiosas como Pandora. Confiável e mensageira, como Íris.
Ou justa como Têmis. Talvez seja sensual, impulsiva e totalmente movida pela paixão, como Afrodite.
Ou seja, selvagem como Ártemis.
Pode ser que seja repleta de cores e amores como Eros. Ou então maléfica como Éris.
Mas... Possivelmente, sejas todas elas juntas!
Mulher, vem!
Resgata o teu papel, o teu feminino sagrado, tua ancestralidade.
Não tenha medo de seguir a luz, de se entregar ao Sol.
Muito menos de mergulhar nas trevas do submundo, das fogueiras, dos encantamentos.
Prove de todos os reinos e sabores, permita-se viver intensamente cada instante.
Siga seus instintos e extintos.
Seja simplesmente você."
* Quem souber a autoria do texto, nos informe. 💃🏻🙏🏼

7 de mai de 2016

Ser mãe: experiência genuína de autoconhecimento.







Uma das maiores experiências de autoconhecimento é, precisamente, ser mãe.
Momento em que o descentrar-se de si faz voltar-se para seus mais amplos processos..
Ao doar-se inteiramente a essa experiência, o mar de sensações, percepções e sentimentos faz com que voltemos para dentro e reflitamos sobre toda esta gama de elementos diferenciados de amor!!!!

Parabéns a todas as mulheres que se permitem esta experiência, seja com um filho ou com algo que materne!!!´
Parabéns aos homens que permitem-se cuidar de algo tendo que, mesmo que momentaneamente, separar-se de si mesmo!!!

Parabéns pelo caminho inesgotável e imensurável de AMOR por um outro que aponta um belo caminho sobre si!!!!


Miliane Tahira


4 de mai de 2016

LFTV - Coluna Amantes do Conhecimento - Professor Tássio fala sobre região do Quingoma


http://lftv.com.br/2016/05/04/hoje-e-dia-de-educacao-o-prof-tassio-revelat-traz-uma-reflexao-sobre-a-regiao-do-quingoma-confira/

Excelente iniciativa da LFTV de buscar personalidades que militam a região por causas nem sempre vistas e dignificadas!!!!
O Professor Tássio, pela sua rica bagagem de vivência, estudo e pesquisa versa muito bem sobre a riqueza presente na diversidade de povos e saberes existentes no Quingoma. Apesar de riqueza popular existente na região hj reconhecida enquanto Quilombola, pouco se tem feito para qualificar a vida destas comunidades!!!
Parabéns ao Grupo Novvus pela assistência que tem dado e ao Professor Tassio que movimenta os saberes da Reserva Thafene, promovendo Projetos Culturais e estabelecendo intercâmbios importantíssimos na Vida das duas Etnias que lá vivem. O Projeto OAI de autoria do citado colunista, ganhou o edital em 2013-2014 justamente pela riqueza da proposta de troca de saberes desta comunidade local com os alunos de Escola Pública!!!!! Sigamos em frente em prol da inclusão social e educacional e reconhecimento de todos!!!!