31 de out de 2016



"Não é sobre ter todas as pessoas do mundo pra si
É sobre saber que em algum lugar alguém zela por ti
É sobre cantar e poder escutar mais do que a própria voz
É sobre dançar na chuva de vida que cai sobre nós
É saber se sentir infinito num universo tão vasto e bonito
É saber sonhar
Então fazer valer a pena cada verso daquele poema sobre acreditar
Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu
É sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu
É sobre ser abrigo e ter morado em outros corações
É assim ter amigos contigo em todas as situações
A gente não pode ter tudo, qual seria a graça do mundo se fosse assim?
Por isso eu prefiro sorrisos e os presentes que a vida trouxe pra perto de mim
Não é sobre tudo o que seu dinheiro é capaz de comprar e sim sobre cada momento sorriso a se compartilhar
Também não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais
porque quanto menos se espera a vida já ficou pra traz
Segura teu filho no colo 
Sorria e abrace seus pais enquanto estão aqui
Que a vida é trem bala parceiro e a gente é só passageiro prestes a partir"

Ana Villela - 

Música -https://www.youtube.com/watch?v=xDd7TvED03A



A Igreja diz: o corpo é uma culpa. 
A Ciência diz: o corpo é uma máquina. 
A publicidade diz: o corpo é um negócio. 
E o corpo diz: eu sou uma festa.
(Eduardo Galeano)

Convite- dança



A Dança
Eu lhe mandei meu convite, a nota inscrita na palma da minha mão pela chama da vida.
Não dê um salto gritando: “Sim, é isso que eu quero!
Vamos em frente!”
Apenas se levante em silêncio e dance comigo.
Mostre-me como você segue seus desejos mais profundos, descendo em espiral em direção à dor dentro da dor, e lhe mostrarei como eu me volto para dentro e me abro para fora para sentir o beijo do Mistério, doces lábios sobre os meus, todos os dias.
Não me diga que você quer encerrar o mundo inteiro
no seu coração.Mostre-me como você evita cometer outra falta sem se desesperar quando sofre uma agressão e tem medo de não receber amor.
Conte-me uma história sobre quem você é, e veja quem eu sou nas histórias que estou vivendo.E juntos nos lembraremos que cada um de nós sempre tem uma escolha.
Não me diga que as coisas serão maravilhosas… um dia.
Mostre-me que você é capaz de correr o risco de ficar
completamente em paz, totalmente à vontade com a maneira como as coisas são neste exato momento, e também no momento seguinte, e no seguinte…
Já ouvi histórias demais sobre a audácia heroica.
Conte-me como você desmorona quando esbarra no muro, o lugar que você não pode transpor pela força da sua vontade.
O que conduz você para o outro lado desse muro, para a frágil beleza da sua condição humana?
E depois de mostrarmos um ao outro como definimos e mantivemos os limites claros e saudáveis que nos ajudam a viver lado a lado um com o outro, vamos correr o risco de lembrar que nunca deixamos de amar em silêncio aqueles que um dia amamos
em voz alta.
Leve-me para os lugares do planeta que ensinam você a dançar, os lugares onde você pode correr o risco de deixar o mundo partir seu coração, e eu conduzirei você aos lugares onde a terra debaixo dos meus pés e as estrelas no céu fazem meu coração ficar inteiro de novo, e de novo.
Mostre-me como você cuida dos negócios sem deixar que eles determinem quem você é.
Quando as crianças estão alimentadas mas as vozes
internas e as externas gritam que os desejos da alma têm um preço alto demais, vamos lembrar um ao outro que o que importa não é o dinheiro.
Mostre-me como você oferece ao seu povo e ao mundo as histórias e as canções que você quer que os filhos de nossos filhos recordem, e eu revelarei a você como eu me empenho, não para mudar o mundo, mas para amá-lo.
Sente-se do meu lado e compartilhe comigo longos momentos de solidão, conhecendo tanto a nossa absoluta solitude quanto o nosso inegável pertencer.
Dance comigo no silêncio e no som das pequenas palavras cotidianas, sem que eu me responsabilize no fim do dia por nenhum de nós dois.
E quando o som de todas as declarações das nossas mais sinceras intenções tiver desaparecido no vento, dance comigo na pausa infinita antes da grande inalação seguinte do alento que nos sopra a todos na existência, sem encher o vazio a partir de dentro ou de fora. Não diga “Sim!”. Pegue apenas a minha mão e dance comigo.
Oriah Mountain Dreamer

Eu aos seus olhos



Sou como você me vê...posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,depende de quando e como você me vê passar...suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato...tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras, sou irritável e firo facilmente. Também sou muito calma e perdoo logo.
Não esqueço nunca. Mas há poucas coisas de que eu me lembre...Tenho felicidade o bastante para ser doce,dificuldades para ser forte,tristeza para ser humana e esperança suficiente para ser feliz. Não me deem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre...Sou uma filha da natureza:quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser...a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.
Clarice Lispector

Amor sentimento mais puro



O amor é o sentimento mais puro e grandioso que existe, através dele tudo se modifica, tudo se transforma.
A tristeza através do amor dá passagem ao sorriso..
A mágoa através do amor dá passagem ao perdão verdadeiro…
A doença através do amor dá passagem para que a cura venha…
Só a força do amor pode levantar aquele que se encontra deitado sem força para levantar…
Só a força do amor pode fazer caminhar aquele que não tinha mais pernas para andar…
Amar incondicionalmente significa renunciar defeitos e esculpir as virtudes pautadas pelo esforço, dedicação e muita coragem.
Apegue-se ao amor em tudo que for necessário na vida, pois só ele é capaz de dar a reação necessária àquele que precisa de algo maior para continuar.
O amor cura e o amor constrói.

(Autor Desconhecido)

A viagem de mim mesmo



“Mas não tenho mais tanta pressa. Comecei a aprender a ser mais gentil com o meu passo. Afinal, não há lugar algum para chegar além de mim. Eu sou a viajante e a viagem.”
Ana Jácomo

💖FELIZ DIAS DAS MULHERES SÁBIAS!💖




"BRUXAS... é como chamam por aí...
As insubordinadas, divergentes, antenadas.
Sábias, ditas loucas... profundas, espiritualizadas.
As perigosas...
Mulheres que lutam...contra preconceitos, ignorância, machismo, opressão, violência, exploração.
Mulheres que amam, sem medo de parecerem impuras, se envolvem, se entregam, se rendem...verdadeiramente femininas...
Mulheres que cuidam, dos próprios filhos, dos filhos de todos, das chagas de muitos, das milenares e desprezadas tradições originais, da fé, da natureza, dos conhecimentos intuitivos, marca que jamais deveria ser apagada...
Mulheres que guardam...em si, o poder de gestar, de nutrir, de guiar...a vida!
Mulheres que preservam...as últimas chances do mundo sobreviver ao caos...os saberes simples das ervas, da compaixão, do respeito a toda Criação Divina.
Sim...as guardiãs de tudo que é digno e eterno... tão bem resolvidas.
Que despertam amor e ódio.
Mulheres que servem...e vivem a amparar umas às outras, totalmente descrentes da subcultura da competição.
Mulheres que estudam, leem, observam, questionam, argumentam, se impõem...
Mulheres que sofrem...por não se ajoelhar ante à repressão dos sistemas...
Mulheres FANTÁSTICAS...." 


Gi Stadnicki


💖FELIZ DIAS DAS MULHERES SÁBIAS!💖

25 de out de 2016

"O meu medo afeta o meu meio" - reflexão de Miliane Tahira sobre palestra de Shinyashki,



Assisti a palestra de Eduardo Shinyashki, em Desafios da Contemporaneidade e um dos destaques que tornou-se relevante para mim foi quando o citado autor trouxe o seguinte pensamento:

"O meu medo afeta o meu meio"

De fato não temos como efetivar concretizações e afirmar desejos enquanto formos bloqueados e aprisionados pelo nosso próprio medo.

Além de questões energéticas e de pensamentos que estancam fluxos, percebo que este padrão de emoção também reverbera em atitudes que são lidas, sentidas, percebidas por todos que estão em nossa volta.

Enquanto formos aprisionados pelo medo não alcançaremos nossos sonhos e muitas vezes são os desejos mais encantadores e possibilitadores os que nos fazem temer, simplesmente por não nos julgarmos, no fundo merecedores.

Precisamos acessar a nossa essência divina e luminosa e fazermos constantes visitas pra não nos armarmos de todos os mecanismos de defesa e sabotagens estancadores de nossas maiores conquistas!!!

O palestrante expõe ainda o verdadeiro significado etimológico do amor que em sânscrito significa ausência de morte. Ao trazer o conceito do amor expõe que existem quatro tipos de mortes com as quais o ser humano compactua em maior ou menor intensidade dificultando a concretização do seu desejo:

- Morte Mental
- Morte Emocional
- Morte por Atitude
- Morte espiritual

Cada uma destas mortes que podem estar associadas, ou não, impactam negativamente na objetivação das nossas conquistas.

Enfatiza que " Querer é poder" é um jargão incompleto, e acrescenta: "Querer é poder desde que não haja medo ou dúvidas".

De quantas formas tememos e duvidamos impactando na nossa mente?
Quantas estratégias inconscientes utilizamos que impactam na nossa emoção, matando-a?
Como nossas atitudes passivas ou arrebatadoras desmoronam nossos objetivos revelando nossas dúvidas e medos?
Qual o nosso propósito existencial e crença e como ela se torna possibilitadora do fluxo que perseguimos ou como inibe este processo?

Se não fizermos estas perguntas não conseguiremos a autoria de nossas vidas e a conquista dos nossos desejos, muitas vezes racionalizando demais para explicar a não objetivação deles com desculpas reveladoras da nossa não crença em nós e no nosso direito de felicidade.

A assertiva do autor de "levar a vida para o resultado que você quer" está assentada nos pilares da Unesco:

- Aprender a ser
- Aprender a conviver
- Aprender a conhecer
- Aprender a Fazer

Os conflitos e dificuldades surgem na ausência destas competências.

Shinyashki, propõe que estas conquistas acontecem diariamente e devem permanecer sempre sendo alimentadas, pois a partir dos 17 anos ousamos poucas experimentações, apenas 10 por cento, tornando-nos prisioneiros de nossos hábitos.

Portanto honrados parceiros de caminhada dentro deste planeta, tempo, o êxito depende do quanto você lidera a sua própria vida, entendendo liderança como capacidade de conhecimento sobre si no mundo e sobre o mundo em que habitamos acreditando e se auto vigiando para não cair em ciladas produzidas pela própria incapacidade de não acreditar em si em morrer um pouco a cada instante!!!!!!!

Miliane Tahira




Encanto



"Quero te dar chuva de flores pela manhã. E quando quiseres podes vir colher sorrisos direto do quintal da minha alma. Nunca há de te faltar afeto. E se murchar tua alegria, podes vir buscar uma muda no meu jardim para que a tua floresça outra vez. Se te faltar o vento, eu te sopro carinho. E se te faltarem as cores do dia, a gente pinta tudinho com tons de felicidade. Lá do alto, não te deixarei olhar para baixo e mesmo que escorregues de uma nuvem molhada, eu não te soltarei a mão, não te deixarei cair."

Caio Fernando Abreu

Visão de Deus


Cada ar, cada átomo está ligado à visão de Deus.
Mas até que ela seja aberta, quem dirá:“Lá embaixo se encontra uma porta”!
A menos que o Observador abra a porta,
Esta idéia não nasce no coração dos homens.

(Masnavi, I, versos 3.766-3.767)

O Amor



O Amor é Luz, dado que ilumina aquele que dá e o que recebe.
O Amor é gravidade, porque faz com que as pessoas se sintam atraídas umas pelas outras.
O Amor é potência, pois multiplica (potencia) o melhor que temos, permitindo assim que a humanidade não se extinga em seu egoísmo cego.
O Amor revela e desvela.
Por amor, vivemos e morremos.
Albert Einstein

Aceitação

"Quando você aceita o seu próprio estado de abundância, você perde o seu medo de carência e começa a viver de uma maneira sem limitação.Você ama generosamente. Você compartilha generosamente. Você incorpora a natureza ilimitada do universo e vive a alegria do seu alinhamento com a Fonte servindo não somente a você, mas também trabalhando através de você pelo bem maior de todos."


- Arcanjo Gabriel

Se eu escolher amar uma mulher desperta! - Sobre relacionar-se e transformar-se

http://padmashanti.blogspot.com.br/2015/12/se-escolher-amar-uma-mulher-desperta.html

24 de out de 2016

Reconhecendo a sombra feminina

Reconhecendo a sombra feminina

"Uma alma faminta pode ficar tão cheia de dor que a pessoa não consegue suportar mais. Como as mulheres têm uma necessidade profunda da alma se expressar em seus próprios estilos de alma, elas precisam se desenvolver e florescer de um modo que faça sentido para elas, sem serem molestadas pêlos outros. [...] Quem dentre nós não conhece pelo menos uma mulher amada que perdeu seus instintos para fazer boas opções na vida e foi, assim, forçada a viver uma vida alienada ou pior? Talvez você mesma seja essa mulher.
Uma das questões menos discutidas a respeito do processo de individuação é a de que, à medida que se lança luz sobre as trevas da psique com a maior intensidade possível, a sombra, onde a luz não alcança, fica ainda mais escura. Portanto, quando iluminamos alguma parte da psique, disso resulta uma escuridão mais profunda com a qual temos de lutar. Não se pode deixar de lado essa escuridão. A chave, ou as perguntas, não pode ser ocultada nem esquecida. As perguntas precisam ser feitas. Elas precisam obter resposta.
O trabalho mais profundo é geralmente o mais sombrio. Uma mulher corajosa, uma mulher que procura ser sábia, irá urbanizar os terrenos psíquicos mais pobres, pois, se ela construir apenas nos melhores terrenos da psique, terá uma visão mínima de quem realmente é. Portanto, não tenha medo de investigar o pior. Isso só lhe garante um aumento no poder da sua alma. "
( Clarissa Pinkola Estes - livro Mulheres que Correm com os Lobos)






15 de out de 2016

CAMINHOS DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL

MUNIÇÃO JÁ!!!!!!!!!!!

A Arte´e a Educação... estes são os melhores armamentos e nos quais acredito capazes de transformar o mundo!!!!!!


A cura e o Amor

Foi quando percebi 
Que não são os braços ou as mãos que alcançam
Nem as palavras
São os sons
A vibração
A intenção
É o som do coração 
Que vai em qualquer lugar.

14 de out de 2016

Parabéns Educadores - por Miliane Tahira

Sou educadora em vários lugares dentro da minha existência plural:
quando assumo formação de professores, cursos e palestras, 
quando atuo diretamente em sala de aula, 
quando estou a frente de processos dialógico com pais de alunos, 
quando escrevo um texto pensando naquele que vai ler, 
quando compartilho os saberes ancestrais da dança do ventre, 
quando fortaleço processos de aprendizagens na formação continuada, 
quando troco experiências com meus pares e ímpares _ rssss_ , 
na arte diária de educar os meus filhos...enfim....
É uma profissão linda e que não cessa, em processo constante de (re)atualização....
Parabéns a todos estes incansáveis seres que , como eu, tem na beleza do oficio o toque e despertar de almas..
Alma Celta
Porque o olhar que importa é o olhar que ama, é o olhar que sente, é o olhar que abençoa, e esse olha de qualquer lugar.
Ana Jácomo

9 de out de 2016

Calcule o tempo da sua paciência e gentileza antes de sair de casa - por Miliane Tahira

Caro(a) leitor(a),


Em inúmeras situações de nossas vidas - especialmente na atual sociedade da pressa - fazemos cálculos!!
Bem verdade que são cálculos topológicos, tais como uma criança de educação infantil calcula a distancia que tem que percorrer para chegar de uma ponta a outra de um parque.
Estes cálculos são empíricos, referenciados em experiências de vida, portanto também subjetivos...

Ocorre que a aceleração tomou conta de nossos dias, do trânsito, ofuscando as relação humanas, em que o dar conta de tudo nos sufoca e nos oprime.

Cada vez mais trazemos trabalho para casa e levamos a casa para o trabalho. As tarefas se sobrepõe e tornamo-nos tarefeiros, automáticos, imprecisos, sem escuta e com a visão ofuscada tornando a nossa capacidade de percepção, de calcular e de tomar decisões equivocadas.

Toda ação bem tomada é fruto de uma avaliação e para avaliar é preciso conhecer...

Como conhecer e avaliar situações confusas em que todos querem dar conta de tudo esquecendo que são humanos e que dividem com outros humanos e não humanos espaços de convivência e coexistência?

Acaba-se fazendo apostas... Na loucura do cotidiano apostamos que teremos tempo, quem sabe para chegar ao trabalho sem trânsito... apostamos que faremos um mercado vazio, apostamos que aquele cachorro não cruzará a pista, que aquele carro não quebrará, que aquele pedestre não passará, que aquele caminhão não estará ali na nossa frente obstruindo a pista que queríamos livre para servir a nossa pressa!!!

Sinto lembrar, ilustres, que não somos o centro do mundo... que o mundo não foi inaugurado e nem surgiu a partir desta nossa existência.

Peço um favor e uma licença a nossa famigerada aceleração...

Se não pudermos fugir dela por estarmos neste contexto, que possamos calcular o tempo da paciência e da gentileza...

O tempo do boi cruzar a pista e, quem sabe, observarmos a beleza do seu caminhar?
O tempo da senhora, que já não tem tanta mobilidade, atravessar a faixa de pedestre e nos sentirmos bem em ceder passagem.
O tempo da criança entrar na escola interditando a pista com a mãe ou pai cheio de sacolas e nos oferecermos para ajudar..
O tempo de dizer olá, como vai, bom dia.
O tempo de escutar pensamentos, de entender sentimentos, de não-julgamentos...
O tempo de se relacionar com a existência interna e externa
Sem isso não viveremos, arrastaremos a vida e adoeceremos..

Só seremos inteiros e saudáveis quando nos entregarmos ao tempo da existência humana...
O tempo de AMAR..
O tempo de VIVER...

Miliane Tahira.

6 de out de 2016

Quando há amor, o ou(t)ro é revelado em nós.
A química atrai os corpos. Secretamente pelo olfato, explicitamente pela delicadeza do toque ou pelo encaixe e entrelaçamento da forma. É uma magia que se inicia na aproximação e se consolida no entrelaçamento. Num processo que ultrapassa a nossa razão.
Essa química é exatamente as forças da natureza atuando em nós, independente da nossa vontade consciente. Química é importante, mas um relacionamento não se sustenta apenas na química. Não se sustenta apenas nessa atração inconsciente. Todo relacionamento é uma construção, uma arte diária, uma Alquimia constante de descoberta. E toda Alquimia consiste em dois processos fundamentais. Um deles é desvendar as forças da natureza, ao mesmo tempo reconhecendo que por mais conhecimento que tenhamos dela, o mundo será sempre um mistério para nós. Ou outro é, a partir do entendimento e da magia das forças das Natureza, chegar ao elixir da Vida.
Aplicando esses dois caminhos na arte do relacionamento, é preciso que saibamos que nós somos um enigma para nós mesmos e que o outro, portanto, também sempre será um enigma para nós. E há uma beleza incrível nesse reconhecimento. A beleza da sedução e da descoberta como possibilidade diária. Cada dia é um mistério para nós, por mais que nossos hábitos tentem nos fixar no tempo e mostrar que não há novidades. Sempre há nascimentos, transformações, revelações estonteantes em um dia. O contato com a natureza nos evidencia toda essa beleza num desabrochar de uma flor, num pôr-do-sol, num nascer da lua, nos movimentos do mar, que nunca são iguais e nunca se repetem.
A Vida será um grande mistério sempre parcialmente revelado para nós e nos surpreenderá se nosso olhar não se estagnar. O outro será sempre um mistério parcialmente revelado para nós se nosso coração e a nossa mente não se renderem aos hábitos. Achar que entendeu tudo o que se deveria entender e que já viveu tudo o que poderia viver na Vida é uma equivocação comum que muitos cometem e que nos tira o encanto que ela constantemente nos oferece. Assim como achar que entendeu o outro e que não há nada mais nele a ser revelado nos faz perder a visão de que um relacionamento é uma arte de sedução, de abertura, de construção e de desconstrução diária. O outro será sempre um desdobramento da vida em nossa vida se assim permitirmos e se tivermos o espírito e a presença mútua para assim cultivar uma relação.
Mas a arte da Alquimia não nos falava apenas de mistérios e suas revelações. A arte da alquimia consiste em descobrir, em meio às transformações da Vida, o elixir da imortalidade, o soma. Esse néctar é a substância mais sutil e a mais sublime da Criação. É a fonte da juventude, pois é em si mesma a origem de tudo o que nasce e aquilo que permeia tudo o que existe. Esse processo simbolicamente é associado à transformação do chumbo em ouro. Para os Alquimistas, o ouro já está no chumbo. Por processos alquímicos, o excessos são retirados e o outro é revelado. Esse ouro é o amor, a essência de cada um de nós. Aquilo que todos buscamos em qualquer relação é o encontro amoroso.
Quando há amor, o ou(t)ro é revelado em nós. O que buscamos através do outro é o Amor, que é a Unidade da Vida, a sensação de não separação. O Amor é o que nos mantém unidos e é a própria união, é quando nos encantamos pelo outro, quando até mesmo o olhar do outro nos acalma, e através dele nos reconhecemos. Num relacionamento, é pela aceitação incondicional do outro que afrouxamos as nossas defesas e nos aceitamos completamente. Nessa aceitação, o amor se revela como a fonte do que buscávamos. Por isso ele se basta, temos a sensação de que encontramos o tesouro da Vida. Esse Amor é a fonte de nós mesmos e a essência fundamental do outro.
Esse é o passo final da Alquimia, mas não deixa de ser um processo constante, uma arte de olhar. Quando mantemos esse reconhecimento da natureza essencial do outro como não diferente da nossa, criamos um espaço para a compaixão e para a aceitação das suas diferenças e das suas sombras quando elas se revelam aos nossos olhares. O relacionamento deixa de ser uma janela através da qual vemos algo distante de nós, para se tornar um espelho, uma oportunidade de nos enxergarmos através do outro. Seja a nossa luz amorosa ou as nossas sombras. A arte e o desafio constante é ver através das sombras a luz que sempre brilha. Através do metal mais pesado, do chumbo, a natureza pura e constante de brilho que somos, o ouro. Um relacionamento que promove o amor e o crescimento é o relacionamento em que, neste espelhamento, a arte se torna reconhecer as sombras mas exaltar a luz. E esse processo não se dá quimicamente, ou seja, inconscientemente, esse é um caminho de construção artística, uma Alquimia.

Tales Nunes

2 de out de 2016

Mudança de postura - um apelo pós eleições 2016

Precisamos parar o discurso da queixa e analisar para crescer..
Essa máxima se aplica a toda e qualquer situação.
Vamos estudar história e constatar a história que se faz e refaz no momento presente.
Não se trata de brigas entre facções rivais - PT ou PC do B x DEM ou PSDB..
Não se trata de brigas entre facções rivais - PT ou PC do B x DEM ou PSDB..
Trata-se de concepções de governo e de povo e de formas de governar....
A crise atual do Brasil não foi inaugurada pelo PT
A corrupção não foi inaugurada pelo PT
Mas a esquerda foi cúmplice quando se calou e corroborou com o modelo que aí já estava sem conclamar o povo para uma mudança por meio de propostas participativas...
E a esquerda continua errando fazendo alianças e aceitando condições para continuar governando...
Chega de Maquiavel... os fins não justificam os meios...
Ou a esquerda analisa e cresce com os erros não repetindo seus equívocos ou seus erros custarão o crescimento ou retorno do que tem de pior na política nacional e local.
E daí os meios de comunicação que sobrevivem como sangue sugas de certos partidos noticiam de forma alienante e estigmatizante, a partir das brechas abertas, procedimentos antigos como se fossem atuais e nomeando um bode expiatório para ele - PT.
Assim facilmente ostenta-se um discurso de odio e infiltra-se na mente imatura de nosso povo uma explicação generalista e nada analítica.
Vamos aproveitar a crise para crescer e não retroceder..
Quem paga caro é o POVO, com as perda da politicas sociais e a venda dos nossos bens para o estrangeiro!!!

A Ciência Confirma: As Pessoas Que Dançam São Mais Felizes

“Sem a música, a vida seria um erro”, afirmou o filósofo Nietzsche. E ele acertou, já que temos um instinto natural que nos anima a seguir o ritmo da música. A maioria das crianças se movimenta e bate palmas quando escuta uma melodia que lhe agrada e procura localizar de onde vem o som.  Esta é uma resposta espontânea relacionada com a nossa necessidade de nos comunicar e de expressar emoção por intermédio do movimento do nosso corpo.
Não há dúvida que a música é uma linguagem universal e todos, com exceção das pessoas que sofrem de amusia – perda completa ou parcial da faculdade musical. A música é uma linguagem arrebatadora, por isso somos capazes de apreciá-la e desfrutar de seus acordes. Na verdade,  pessoas de culturas diferentes respondem emocionalmente da mesma maneira diante de diferentes tipos de música. Não é casual que os estudos antropológicos sinalizam que os grupos que tinham mais probabilidade de sobreviver foram justamente aqueles que haviam desenvolvido uma dança própria e foram capazes de compartilhar seus sentimentos através da dança.
Fica claro que a música e a dança não são apenas uma forma de convivência social, também são benéficas para a nossa saúde física e mental. Estudos recentes demonstram que uma das chaves da felicidade e da satisfação com a vida se encontra precisamente na pista de dança.
Passos que curam, movimentos que nos fazem felizes
Em 2013, psicólogos da Örebo University  trabalharam com um grupo de adolescentes que sofriam de ansiedade, depressão e estresse, além de apresentar sintomas psicossomáticos como dor no pescoço e nas costas. A metade pediu que frequentasse as aulas de dança. A outra metade seguiu sua rotina cotidiana.
Depois de dois anos, aqueles que continuaram na classe de dança davam ênfase à alegria do movimento mais do que o desempenho individual. Ainda mostraram uma melhora notável dos sintomas psicossomáticos e disseram que se sentiam mais felizes.