26 de dez de 2016

Projeto de Dança do Ventre de 2017




2017: Percurso feminino ao longo da história - destacado na linguagem da dança do ventre

Por: Miliane de Lemos Vieira -Tahira (mestre em educação, psicóloga e professora-bailarina de dança do ventre há 20 anos)

O Projeto de Dança do Ventre de 2017 será anual e destacará um tema extremamente importante: a feminilidade vivenciada ao longo da história, da antiguidade aos dias atuais.

Tal conhecimento passará pelos períodos históricos desde a era em que a dança do ventre surgiu, no neolítico antigo, estendendo-se até os dias atuais, retratando a opressão, força, beleza, transformação e resistência sofrida pela mulher e pela dança que a representa.

O projeto se sustenta no tripé educação, dança e autoconhecimento, entendendo a arte como manifestação da alma, estudada em sua profundeza de movimentos e sentimentos, que expressam e transformam!

Venha viver conosco esta experiência de percepção e transformação!!!!!

Inicio: 03 de janeiro de 2017
Local: Academia de Dança Adalgisa Rolim
Dia: Terça-feira
Horário: 20:00 às 22:00h

Obs. Quando da proximidade dos eventos, horários de ensaios poderão ser marcados às quintas,, em local a ser agendado.

Eventos: Acontecerão semestralmente e serão aviados com antecedência!!!

Faça uma aula experimental!!!!

6 de dez de 2016

A intuição é uma sensação, percepção de algo tão sutil e intenso que deixa o ser humano confuso por não acreditar em si mesmo.
Sexto sentido, algo que aperta o peito ou traz leveza e bem estar, subentendido sem palavras, é a direção silenciosa de como agir quando nos sentimos em alguma encruzilhada da vida.
Intuição é um anjo que há na alma, na percepção mais suave, fala e orienta.
A mente nega por "questionar" tudo,
a "consciência" observa e segue pois dificilmente haverá enganos.
Silencie mais, todas as respostas já existem dentro de ti, a intuição é tua parceira, ouça!
Intuição não é mente é alma e alma não entende, apenas sente!

Solange Drago
Solange Drago
Os fios invisíveis tecem o Caminho com o coração e leva ao Sagrado em nós. Não pode ser tocado por mãos comuns e nem vistos por olhos que não enxergam.
Rosiana Ni Carvalho


Da crise aguda surge a possibilidade de mudança.
Do caos surge a necessidade de mobilização.
Na dor surge a urgência de união. 
Da separação surge a imposição de novas articulações.
A semente que foi plantada, um dia virará flor. A flor virará fruto. E é o fruto que nos alimenta. Assim é a lei da natureza, assim é a lei da vida humana. É melhor ser jambo do que limão. É melhor agradecer do que se queixar. É melhor reverenciar do que se lamentar. É melhor ser gentil do que ser hostil. É melhor ser atuante do que inerte. Os tempos atuais exigem posicionamentos, e posicionamentos "sustentáveis" voltados para o coletivo, não para o SEU ego.
O que temos plantado ultimamente? (1)
Se essa não for uma construção permanente, que dispense grandes eventos para que aconteça, vamos nos definhando aos poucos e a decomposição subjetiva chegará, cedo ou tarde, junto com o colapso social.
O que temos "plantado" ultimamente? (2)

Danilo Quinto


No fundo de mim - poema de Miliane Tahira

Aprendi a não ter medo do escuro quando abracei as minhas sombras ..
Aprendi a não sentir solidão por entender que o meu espaço interno é uma bela e forte companhia!
A morte é parte da vida
E a existência é infinitude...

Miliane Tahira